Não resisti... preciso mostrar pra vocês essa gracinha que foi lançada agorinha.

Claro que ele ainda não é pro bico de pessoas como eu...pobres mortais, MAAAS precisamos sempre manter a nossa lista de "Sonhos de Consumo" em dia né?!!?

Lá vai...



Não é liiindo!?!?!?

A Sony acaba de lançar no Japão a nova série tipo C, dentro dos seus portáteis Sony VAIO.

Textura da pele de crocodilo, das lojas de vestuário direto pra sua mão.
A Sony tem esses computadores em vermelho, rosa e marrom coberto com o material de "crocodilo", transformando a máquina em uma maravilha da moda. Um luxo!

No interior, processador Intel Core 2 Duo, até 8 GB de RAM, disco rígido de 500 GB e uma placa gráfica NVIDIA GeForce 9300M GS..

O Tipo C VAIO vem com uma tela 14,1 polegadas com 1280 × 800 pixels, o Windows Vista pré-instalado, e como de costume conectividade, WiFi 802.11a/b/g/ny Bluetooth.

Vamos combinar... não é ideal pra carregar na bolsa?!?!

O seu preço? 800 euros (muito pro meu pequeno caminhãozinho).

Vamos esperar que um dia ele fique mais acessível ou então que a gente pare de sonhar tãão alto!! hihihihi

Bjoka
Gentêm...tem coisa pior do que ENXAQUECA!?!?!?!?

Feriadão de Páscoa é tudo de bom..mas passar com enxaqueca, por essa eu não esperava.

Boca cheia de afta( isso sempre acontece quando uma gripinha ameaça aparecer ) e uma crise de enxaqueca..ai ai..que feriado...


Mas tudo bem, vai passar.
E pra aproveitar a deixa...um artigo sobre a dita cuja, maledita da Enxaqueca.


ENXAQUECA

Sinônimos e Nomes Populares:

Migrânea, dor de cabeça, dor exaquecosa.

O que é?

A enxaqueca, na realidade, não é apenas um tipo de cefaléia, mas uma síndrome neurológica conhecida desde os primórdios da humanidade, afetando grande parte da população mundial. Caracteriza-se pela presença de dores de cabeça recorrentes, unilaterais ou bilaterais, geralmente de caráter pulsátil, com intensidade de moderada a intensa, precedidas ou não por sinais neurológicos focais denominados de aura. Usualmente é acompanhada de náuseas, vômitos, fonofobia e fotofobia.

As crises podem durar de 4 a 72 horas. Alguns sintomas premonitórios podem aparecer horas ou dias antes da cefaléia, incluindo falta de apetite, hiper-atividade, depressão nervosa, irritabilidade, bocejos repetidos, dificuldades de memória, desejos por alimentos específicos, como chocolate e sonolência.

A dor de cabeça enxaquecosa também pode ser observada nas crianças, nas quais pode se manifestar associada a dores abdominais recorrentes, vômitos cíclicos, tonturas e dores nas pernas.

Como se desenvolve ou adquire?

Apesar de ser de natureza incerta, acredita-se que a causa da enxaqueca seja multifatorial, apresentando caráter hereditário bem definido. Estudos demonstram que pacientes com enxaqueca apresentam um desequilíbrio de neurotransmissores no Sistema Trigemino-Vascular,que é responsável pelos fenômenos dolorosos relacionados à face e ao crânio.

As crises de enxaqueca podem ser desencadeadas por inúmeros fatores como estresse físico e emocional, determinados alimentos (álcool, queijos, vinho tinto e embutidos , entre outros), privação ou excesso de sono e alterações hormonais súbitas, como a menstruação nas mulheres. Todavia, os fatores desencadeantes tem que ser individualizados para cada paciente.

Como o médico faz o diagnóstico?

O diagnóstico da enxaqueca é clínico, com história detalhada, exame físico e neurológico completo. Eventualmente, pode ser necessário a realização de exames complementares (ressonância magnética de crânio, eletroencefalograma...) quando, por exemplo, a dor de cabeça iniciar após os 50 anos, ou quando haver alteração no exame neurológico, história de câncer, doenças infecciosas, história de HIV, ou quando iniciar subitamente, com forte intensidade, não aliviando com analgésicos.

Para que o indivíduo tenha o diagnóstico de enxaqueca, é preciso que ocorram pelo menos 5 crises de dor de cabeça de moderada ou forte intensidade, de localização unilateral e caráter pulsátil, durando de 4 a 72 h, acompanhadas de náuseas e ou vômitos, sensibilidade à luz e ao barulho, além dela ser exacerbada pela atividade física.

Como se previne?

Primeiramente, o indivíduo tem que tentar estabelecer quais os fatores desencadeantes para suas crises de dor de cabeça e assim evitá-los, na medida do possível. Quando necessário pode-se fazer tratamento preventivo medicamentoso das crises.

Como se trata?

diagnóstico correto do tipo de dor de cabeça,
controle de fatores predisponentes
tratamento medicamentoso abortivo das crises : são utilizados desde antiinflamatórios, até medicamentos específicos para enxaqueca, como os triptanos, que são drogas que agem nos mecanismos responsáveis pelo desencadeamento da dor de cabeça
tratamento medicamentoso preventivo das crises: quando ocorrerem três ou mais crises por mês, ou quando as crises forem muito incapacitantes, ou com pobre resposta aos medicamentos abortivos. Os medicamentos utilizados podem ser desde antidepressivos tricíclicos em baixas doses (desta forma servem para tratar dor e não depressão) até betabloqueadores e anticonvulsivantes
tratamento não medicamentoso: o médico também pode indicar outras formas de tratamento para casos selecionados, como biofeedback e técnicas de relaxamento, terapia cognitiva comportamental, dieta, fisioterapia, psicoterapia e acunpuntura

fonte: ABC da Saúde

Mais informações :Enxaqueca.com




Bjokas